quinta-feira, 27 de agosto de 2009

ESTUDO I - CONSEQUÊNCIAS DA QUEDA



O ato de desobediência de nossos pais no Éden desencadeou todo um sistema de morte reinante no mundo.

Vemos que a cobiça de Eva em desejar, possuir e experimentar, é a mesma característica consumista de nossos dias. Eva deu o pontapé inicial para o consumismo desenfreado, o desejo de possessão.

Se notarmos as reações do homem em relação ao ambiente e a si mesmo, notaremos as conseqüências catastróficas que a queda trouxe. Olhe para a humanidade, e verá atos de insanidades. Claro que podemos perceber resquícios de Graça em todos os seres humanos, mas no geral, a tendência e inclinações são para a prática do pecado.

Vemos que houve uma depravação da natureza humana.

E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente”. Gn. 6:5

O casal do Éden e sua geração sofreram distorções em seu corpo, alma e espírito. Foram feitos perfeitos, a desobediência os torna uma aberração, irreconhecíveis e desfigurados em relação ao que eram. Impossível ser e manter-se o que eram.

Como Deus vê o homem caído e afastado de Sua presença?

O Salmo 14:3 nos responde: “Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos: não há quem faça o bem, não há sequer um”. O homem é um ser caído.

Isto é, o pecado desvia o foco de nossa existência. Qual o foco? De sermos e vivermos para Deus.

As Escrituras afirmam que houve separação entre Deus e o homem. Houve divórcio, ruptura, um dissociar da parte de Deus. Primeiramente, porque Deus é Santo. A santidade de Deus é incompatível com o pecado. A separação tornara-se mais que necessária. Quando você ler sobre Santíssimo Lugar ou Santo dos Santos, não pense apenas como um lugar ou local, mas como uma das designações do caráter de Deus. Deus é Santo e não podemos aproximarmo-nos Dele sem expiação.

Santidade é o padrão de Deus e Deus é o padrão da santidade.

Se ele É santo, Sua natureza repulsa pecados e desobediências.

Foi a natureza santa de Deus que fez Adão e Eva se esconderem de Deus, pois antes, não havia esse medo entre eles.

Uma das passagens que ratifica o que digo se encontra em Isaías 6:5:

Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos”.

Inadequação e consciência de incapacidade própria era o que permeava a mente do profeta nesse episódio.

Quando a santidade de Deus se manifesta essa deve ser a exclamação do homem alienado, desobediente e pecador.

O pecado embrenhado no ser humano legou à humanidade um estado de separação entre eles e Deus. Interessante notar que antes da Queda, Adão e Eva mantinham comunhão plena com o Senhor. Após a Queda, foi que eles começaram a invocar o nome de Deus. Começaram a fazer aquilo que não faziam antes da Queda.

Há um abismo intransponível entre Deus e o homem, no sentido de relacionamento e comunhão entre ambos.

Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. Romanos 3:23

Paulo nos ensina que houve uma divisão interior no homem.

Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço.
E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa.
De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim.
Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem.
Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.
Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.
Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo
.
Romanos 7: 15-21

Em seu livro A MORTE DA RAZÃO, Francis Schaeffer disse: “A queda não só originou uma divisão entre Deus e o homem, mas dividiu o homem contra si mesmo”.

O ser humano tornara-se ambíguo em suas ações, na mente e na possibilidade de percepções. E quem é que pratica tudo aquilo que sabe que deveria realizar e não faz aquilo que sabe que deveria não fazer???

O interior humano se fragmentara.

Até a natureza sofre as conseqüências da Queda. Provocou desordens no equilíbrio do planeta Terra. Plantas, animais irracionais foram atingidos pela esfera do pecado. A natureza geme.

“... maldita é a terra por causa de ti”...; “... Espinhos, e cardos também, te produzirá”... Gênesis.

Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. Romanos 8:22

Isso expressa a desordem em todos os sentidos sobre a Terra e seus habitantes.

A única explicação sobre as desordens do mundo é a admissão da Queda. E a Queda legou ao homem sofrimentos, gemidos e a morte.

E é sobre a morte o que falarei no próximo estudo.

Aliás, acho que nem estudo é rs

Estava querendo expressar algumas coisas e esse texto sobre a Queda foi o que veio ao meu coração.

Um abraço fraterno

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

ONDE ESTÁ ABEL TEU IRMÃO?



Abel - o primeiro homem que morreu fisicamente na face da terra. Morto pelo próprio irmão. Morto por causa de uma inveja adoecida. Aliás, a inveja sempre é doente e patologiza quem é possuído por ela. Não há nada de são na inveja.

Interessante é que o nome Abel (HEBRAICO: HEB-HEL) - significa SOPRO, ESVAINECIMENTO.

Abel morreu por ser apenas Abel. Caim o matou por não conseguir ser o que seu irmão era.

Deus não se agradara da pessoa de Caim. A oferta de Caim jamais poderia ser aceita por Deus. Oferta e atos de vida são indissociáveis. Podemos notar que as consequências da Queda em Caim já eram bem visíveis aos olhos de Deus: "Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante". Deus olhou primeiramente para o coração de Caim e depos para as suas ações; não se agradou do que viu.

Diante da aceitação da oferta de Abel, Caim irou-se contra a Graça de Deus na vida de seu irmão. Afinal: "...e atentou o SENHOR para Abel e para a sua oferta".

Quando apenas somos, o que somos em nossa maneira peculiar de ser, isso pode gerar e provocar em outros o querer-ser-estar em nosso lugar.

Inveja!

Até no modo de se viver com Deus e de ter intimidade com Ele, pode-se gerar invejas homicidas.

Agora, imaginem como Adão e Eva sentiram ao verem seu filho morto, seu corpo inerte, sem vida...Quanta dor! "Então, isso que é a morte? Isso que é morrer?" Poderiam ter pensado os dois. Deve ter sido dias dificílimos para os nossos pais que estavam no Éden.

Cumprira-se o vaticínio de Deus sobre o homem voltar ao pó.

E a pergunta posterior de Deus foi: "Onde está Abel, teu irmão?...Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra".

Me impressiona sempre as perguntas de Deus. Sempre têm a ver com as coisas cruciais da nossa vida. Sempre com perguntas ou respostas que fazem trabalhar nossos conceitos e valores. Deus sempre fala e aquilo que Ele diz, diz para o crescimento espiritual de cada um de nós.

Sofri muito quando estava sob direção de alguns "profetas". Isso por eu ter sido muito ingênuo também. Isso faz uns 16 anos atrás. Eu frequentava reuniões de "profetas e profecias" e ouvia cada coisa, mas as recebia como vindo do Senhor. Infelizmente eu acreditava naquilo. Ouvia muito: "eis que a tua varoa não é aquela e sim aquela outra", ou "você fará uma viagem e serás próspero". Não sabia ainda que quando Deus fala, fala àquilo que é crucial para a manutenção de uma vida sadia. Enfim, hoje sei que o Deus que falou a Caim não foi o "Deus" quem falava naquelas reuniões. As questões de Deus são de natureza relevante e tratam o caráter, a índole e a salvação de seus filhos.

Amados, a pergunta que Deus fez a Caim: "Onde está Abel, teu irmão?" é repetida por milhares de vozes cotidianamente. Sim, essa é a pergunta de muitos. Pois Caim apenas deu início a uma sequência de desastres e tragédias homicidas. Diariamente, sangue é derramado por sobre a terra. Os CAINS estão soltos e a inveja adoecida mata a alma de muitos.

Essa é a pergunta da mãe que perdeu o filho assassinado; essa é a pergunta do pai que perdeu a esposa estuprada; essa é a pergunta de vítimas de violência dentro de suas próprias casas.

"Onde está João meu irmão?", "Onde está a Lúcia, minha esposa?", "Onde está o Lucas, meu filho?"

Perguntas e gemidos de seres humanos que perderam injustamente e violentamente seus amigos, amores e parentes.

"A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra". Há um clamor! Nada escapa dos Olhos Daquele que tudo vê! O nosso refúgio é clamar a Deus que tudo vê.

Irmãos, dá medo ás vezes; vivemos dias maus. Não é preciso nem comprar livros escatológicos para entender o Apocalipse. É só olhar a vida, é só ler o jornal. O Apocalipse está aí do lado de fora.

Quando o medo bate em nossa porta, devemos nos refugiar na Palavra de Deus que Diz: O AMOR LANÇA FORA TODO O MEDO. Sim, até o medo de viver. Jesus desneurotiza o ser humano e nos ensina a viver sob um novo prisma, mesmo diante das celeumas existênciais:


Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;

Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;

Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;

Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;

Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;

Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;

Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;

Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.

Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.

A nossa redenção está próxima! É fato! Isso deve ser consolo e força para as nossas vidas.

Quanto mais o dia mal se aproxima, mais convictamente também podemos dizer: A NOSSA REDENÇÃO ESTÁ PRÓXIMA. NADA! ABSOLUTAMENTE NADA PODERÁ DETER A VOLTA DAQUELE QUE NOS PREPAROU LUGAR.

Na mesma fé, graça, amor e esperança

Boa semana,

Fábio Menen

terça-feira, 11 de agosto de 2009

O FUTURO DA HUMANIDADE - AUGUSTO CURY



Olá pessoal, tudo bem?

Venho indicar esse livro do psiquiatra e psicólogo cristão Augusto Cury. Amados, leiam esse livro! É fantástico! A alma de vocês será enriquecida. Ainda não terminei a leitura, que tal lermos juntos?

Eis as sinopse do livro:

O Futuro da Humanidade fala sobre a trajetória de Marco Polo, um jovem estudante de medicina que ao entrar na faculdade cheio de sonhos e expectativas, fica chocado ao encontrar, em sua primeira aula de anatomia, a triste cena de corpos sem identificação, estendidos sobre o mármore branco. O Jovem calouro de medicina não consegue aceitar a frieza com que os professores se referem aos corpos, dizendo que ali a identidade não importa, que aqueles corpos não têm nome, são mendigos encontrados mortos na rua sem identidade.

Revoltado com a situação, Marco Pólo sai à procura de informações sobre esses personagens aparentemente sem passado, e nessa jornada encontra o excêntrico Falcão, um mendigo que conhece a fundo a mente humana. Apesar da difícil situação em que vive, com seus sonhos frustrados, futuro desfeito e esperanças perdidas, Falcão recupera a sua alegria inata ao conviver com o jovem sonhador. Surge uma amizade entre os dois personagens, a identidade de um dos corpos mutilados nas aulas de anatomia é revelada por Falcão como um ilustre cientista médico que num acidente havia perdido toda a família e a partir daí tinha deixado sua carreira e se tornado um mendigo que terminou morrendo no anonimato. A revelação cai com uma bomba na faculdade onde o atual professor só então percebe a semelhança dos traços do corpo inerte com o antigo fundador daquela universidade.

Anos depois, Marco Pólo já recém formado em Psiquiatria, estimulado pelo amigo enfrenta uma grande batalha contra professores e médicos de renome internacional, tentando mudar a abordagem clássica da psiquiatria e os paradigmas da medicina. Ele desafia profissionais de renome para provar que os pacientes com problemas psiquiátricos merecem mais atenção, respeito e dedicação e menos remédios. Ele utiliza a força do diálogo e da psicologia, e acaba causando uma verdadeira revolução nas mentes e nos corações das pessoas com quem convive.

Esse livro representa a luta contra as injustiças e a força de um jovem corajoso, dotado de uma imensa paixão pela vida e pelas pessoas. O Futuro da Humanidade nos leva a uma fascinante viagem pelo mundo da psicologia. Sua linguagem é clara, seus conceitos apresentados de forma simples, nos fazem refletir sobre o rumo que a sociedade está tomando.

Boa leitura,

Fábio Menen

domingo, 9 de agosto de 2009

KEANE - TRADUÇÃO E CLIP - OUÇAM!!!

video

THIS IS THE LAST TIME (VEJA O CLIP E LEIA A TRADUÇÃO)

Esta é a última vez

Que eu direi estas palavras

Eu lembro da primeira vez

A primeira de muitas mentiras

Varra isso para o canto

Ou esconda embaixo da cama

Diga estas coisas que partem

Mas elas nunca o fazem

Uma coisa que eu não estava certo

Mas eu estava no meio

Uma coisa que eu esqueci agora

Mas que eu tenho visto muito pouco

A última vez

Você cai em mim por algo que você gosta

Sua única última vez

Você cai em mim por algo que você gosta

E os anos fazem tudo certo

Você cai em mim por algo que você gosta

E eu não, eu não me importo

Está é a última vez

Que eu mostrarei minha cara

Uma última mentira dolorida

E depois eu estou fora deste lugar

Então a esmague no tapete

Ou esconda-a debaixo da escada

Diga que algumas coisas nunca morrem

Bem, eu tentei e tentei

Uma coisa que eu não estava certo

Mas eu estava no meio

Uma coisa que eu esqueci agora

Mas que eu tenho visto muito pouco

A última vez

Você cai em mim por algo que você gosta

Sua única última vez

Você cai em mim por algo que você gosta

E os anos fazem tudo certo

Você cai em mim por algo que você gosta

E eu não, eu não me importo

(A minha primeira postagem foi sobre essa banda que vendeu mais de 5 milhões de albúns. É uma das bandas que eu mais escuto.)

Fábio Menen